Reciclemos!

2006/02/05

Publicidade indesejada

Eu até costumo tolerar bem a publicidade que não me interessa. Contudo, como toda a gente, tenho limites.

Neste caso foram limites éticos que têm tudo a ver com uma carta que me chegou a casa, enviada por uma empresa chamada Art Gallery, que pertence ao grupo Ediclube, sediado no concelho da Amadora. Queriam chamar-me a atenção para os "Sonhos de Vison", uns casacos de pele praticamente até aos pés, feitos só à base de dorsos de visons fêmea, e que supostamente encantariam qualquer mulher...

Para quem não sabe, as fêmeas de vison têm cerca de meio metro. Ora, quantas terão sido mortas para fazer cada casaco daquele tamanho, já que se usaram apenas os dorsos?

Está claro que enviei prontamente a carta de reclamação que reproduzo abaixo, uma vez que não pretendo ter qualquer tipo de relação com uma empresa que cede a este tipo de modas.


Exmos. Senhores:

Recebi hoje em minha casa uma publicidade vossa ao casaco Sonhos de Vison. Não tenciono perder tempo a explicar o quanto me repugnou, uma vez que sou absolutamente contra o uso de peles.

A única coisa que um casaco daquele género poderá fazer sobressair numa mulher – “moderna ou clássica, jovem ou mais velha”, para usar os vossos termos – não é a beleza ou a distinção, mas antes a futilidade e a total ausência de consciência.

Uma vez que não tenho qualquer interesse em continuar a receber informações (publicitárias ou de outra natureza) de uma empresa que prefere embarcar em modas a manter valores éticos que não variam com as tendências momentâneas, venho solicitar - ao abrigo da Lei da Protecção de Dados Pessoais (Lei nº 67/98 de 26 de Outubro) - que não voltem a utilizar os meus contactos e os retirem imediatamente da base de dados.

Agradeço a atenção,

Luís Humberto Teixeira

6 Comments:

  • Agora é só esperar pela resposta... se vier...

    By Blogger para mim, at 07 fevereiro, 2006 17:23  

  • Telefonaram para cá, mas quem atendeu foi a Lena, pois eu estava em Lisboa.
    Apesar de ela lhes ter esclarecido que a minha posição dificilmente mudaria, do outro lado disseram que voltariam a contactar no dia seguinte, pois "não fazia sentido tomar atitudes precipitadas sem conversarmos com calma antes".
    Já passaram mais de 24 horas desde o sucedido, por isso devem ter eles optado por pensar com calma, em vez de conversarem com alguém que não mudaria de ideias...
    A única dúvida que tenho agora é se vão realmente respeitar o que lhes exigi na carta (o que é fácil de saber, pois basta estar atento ao correio).

    By Blogger Luís Humberto Teixeira, at 08 fevereiro, 2006 14:14  

  • Boa caro Luis. Felicito-o pela coragem e pena tenho de que não haja muita gente a reagir da mesma forma de molde
    a acabar com estes atentados às espécies.

    By Blogger contradicoes, at 11 fevereiro, 2006 18:41  

  • Assim mesmo. A propósito, sabe bem este regresso. Abraço. Octávio lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

    By Anonymous Anónimo, at 12 fevereiro, 2006 21:36  

  • Boa velhao mandou muio bem, isso nao se faz com animal nenhum...parabens

    By Anonymous Anónimo, at 10 março, 2006 21:07  

  • Queria dar os parabéns por tal atitude.. nunca somos demais!! Estava a escrever uma carta à ediClube sobre esse assunto e mostrar a minha indignação..quando decidi procurar o nome na internet.. deparei-m com este blog e fiquei ainda mais chocada..pelos vistos esta compactuação com actos deploráveis existe, pelo menos, dd fevereiro de 2006! =X

    By Anonymous Tink, at 12 janeiro, 2007 15:34  

Enviar um comentário

<< Home